Pages

3 de out de 2011

Mau gosto

A colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, deu em primeira mão que o humorista Rafinha Bastos está temporariamente afastado do quadro de apresentadores do “CQC”, programa campeão de audiência da TV Bandeirantes. O afastamento foi decidido pela direção da Band em reunião neste domingo. O humorista está enfrentando problemas devido a uma piada que fez sobre a cantora Wanessa Camargo, dizendo que “comeria ela e o bebê” diante da notícia da gravidez da filha de Zezé di Camargo. A repercussão foi muito grande, por parte dos familiares da cantora, amigos como o ex-jogador Ronaldo e sua mulher Bia Antony e até mesmo do seu companheiro de bancada Marco Luque. Alguns diretores da Band defenderam que Bastos deveria ser retirado da bancada de apresentadores, mas outros achavam que ele deve sair em definitivo do programa. Rafinha Bastos teve outras atitudes polêmicas em edições recentes do “CQC”, como quando foi acusado de fazer apologia ao estupro. “Mulheres feias deveriam agradecer caso fossem estupradas, afinal os estupradores estavam lhes fazendo um favor, uma caridade”, disse. A declaração causou investigação por parte do Ministério Público Federal. Também houve um episódio com a apresentadora Daniela Albuquerque, com pedidos de desculpas no programa seguinte. Depois da exibição de um vídeo em que Daniela aparecia com dificuldades em falar a palavra “Octógono”, durante uma entrevista com o lutador Vitor Belfort, Rafinha resolveu brincar com a apresentadora do “Manhã Maior”, da Rede TV!. “É aí que você vê a paciência de um mestre das artes marciais, porque se fosse eu, naquele momento, já dava uma cotovelada e dizia: ‘É Octógono cadela! Põe esse nariz no lugar’”, disse ele. O humorista foi tema de uma matéria de capa da Revista Veja, chamado de “o novo rei da baixaria”.

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!