Pages

8 de set de 2010

Pedágio

“Qualquer promessa no sentido de se acabar com o pedágio soa fantasiosa, pois a concessão das rodovias paranaenses à exploração da iniciativa privada está sustentada em rígidos contratos”, afirma o candidato a deputado estadual Evandro Junior. Ele entende que a negociação com as concessionárias é o caminho para reduzir as tarifas. Segundo o candidato, não se pode quebrar os contrato de maneira unilateral pelas razões mais diversas, a começar pelo respeito que o Estado deve ter com o ordenamento jurídico. “Afinal, o contrato foi assinado por um governo legítimo e com o apoio da Assembléia Legislativa”, afirma Evandro Junior, ferrenho defensor da legalidade nas ações do Estado. “Sem entrar no mérito dessa questão, o que é preciso defender é o cumprimento das obrigações das concessionárias com as obras previstas nos contratos”, argumenta o candidato. De acordo com ele, é importante negociar de forma clara e objetiva a redução das tarifas, de forma a se estabelecer um equilíbrio financeiro. Evandro Junior explica que é preciso buscar um ponto adequado entre as necessidades das empresas e a capacidade de pagamento dos usuários. “Enfim, a questão dos pedágios deve ser encarada com responsabilidade pelo agente público e o privado, sempre tendo em perspectiva beneficiar os usuários das rodovias”, afirma. “O mesmo vale para as questões pontuais, como a polêmica dos acessos alternativos e o pagamento de tarifas para moradores das áreas rurais que passam pelos pedágios de forma constante para chegar à cidade. Ambos os casos devem estar protegidos por abordagens diferenciadas”, defende o candidato a deputado estadual.

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!