Pages

16 de abr de 2012

Mensalão

O ministro Carlos Ayres Britto, que assumirá a Presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) na quinta-feira (19), avalia que se o julgamento do mensalão não for concluído até 30 de junho, ficará para o ano que vem. Segundo o ministro, o principal fator que inviabiliza o julgamento do caso no segundo semestre é a eleição.

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!