Pages

5 de fev de 2010

Um pé aqui, outro lá

Um pretenso candidato a deputado está por Maringá, cuja empáfia é do seu tamanho, não se decide sobre com quem está de fato – se com este ou aquele parlamentar. Explica-se: primeiro se mostrou escudeiro de primeira hora de determinado político, de quem dizia maravilhas e o alçava àquela posição de liderança inquestionável. De repente, escanteou o tão admirado guru para esticar o pé em outra canoa, onde navegava político mais interessante que o guru anterior. Agora, nenhum dos dois encanta o pré-candidato, seduzido por um terceiro nome um tanto desconhecido, mas que se tornou a referência de plantão o indeciso político. Em se considerando o histórico do sujeito, a liderança do momento não deve durar muito na preferência do pré-candidato. Volúvel como é, logo vai esticar a perna noutra canoa. Mas quem muito escolhe...

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!