Pages

5 de mar de 2010

Ex-mulher é suspeita

Para a polícia, não há mais dúvidas. A morte do prefeito de Rio Branco do Sul, Adel Rutz (PP), teria sido encomendada pela ex-mulher dele, Josiane Portes de Barros Rutz. Ela foi presa no início da noite de anteontem. Fabio Faria, que confessou ter disparado os dois primeiros tiros na vítima, também está preso. Outros dois suspeitos já foram identificados e estão foragidos, mas a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) não descarta mais prisões de envolvidos no assassinato. O crime aconteceu na última segunda-feira no município da Região Metropolitana de Curitiba. Os detalhes que motivaram a execução não foram oficialmente divulgados por segredo de Justiça decretado pela comarca de Rio Branco do Sul. No entanto, o secretário Luiz Fernando Delazari comentou com a imprensa o que já seria conhecido pela população do pequeno município de cerca de 30 mil habitantes. ''Eles tiveram uma separação conturbada, motivada por traições. Também havia uma questão financeira, da partilha de bens. Ela recebeu R$ 500 mil na separação e queria mais'', contou.

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!