Pages

9 de fev de 2011

Armamento aprovado

Os vereadores de Maringá aprovaram em segunda discussão, durante sessão na Câmara de Maringá na tarde desta terça-feira (8), o projeto de lei que tem por objetivo armar a Guarda Municipal. O projeto foi aprovado com 11 votos favoráveis e dois contra. Os vereadores Humberto Henrique (PT) e Mário Verri (PT), votaram contra o armamento. Segundo o projeto, os guardas usarão armas não letais, as chamadas tasers, equipamentos que emitem ondas elétricas. O autor, o vereador Carlos Eduardo Sabóia (PMN), foi à tribuna para defender a proposta: “Estamos armando os guardas com armas não letais para que eles tenham no mínimo um instrumento a mais de segurança na hora de fazer as abordagens. Não é um instrumento que destrói a vida, mas sim algo que ajuda a preservar a vida”.

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!