Pages

25 de mai de 2010

Que absurdo!

A suspeita do furto de um celular e de uma bateria de carro resultou na morte de um homem, no fim da tarde de segunda-feira (25), em São João do Ivaí, no noroeste do Paraná. De acordo com a Polícia Civil, o dono da bateria e amigo do dono do celular, Moacir da Silva, 37 anos, morreu com golpes de facão no pescoço, após uma discussão exaltada com o suposto ladrão, Márcio Buche, cuja idade não foi divulgada. Segundo o delegado Jorge Barbosa, Buche contou com a ajuda de seu irmão, Marcelo Buche, cuja idade também não foi divulgada, para matar Silva. “Segundo testemunhas, Marcelo distraiu Moacir, até que Márcio desse os golpes de facão”, conta.

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Sua opinião é muito importante para mim!